Os produtos de limpeza usados para higienização comercial ou industrial são diferentes dos utilizados para a faxina residencial, eles são normalmente concentrados e não possuem odorização, além de instruções de uso diferentes dos convencionais, com a necessidade da diluição mas afinal, porquê isso acontece e como a qualidade do produto é mantida com a diluição? 

Os produtos de limpeza convencionais são pensados para ambientes de pouca circulação de pessoas, afinal eles são usados em residências onde um número limitado de pessoas vão frequentar e normalmente serão sempre as mesmas pessoas, por isso, a higienização do ambiente não precisa ser feita diariamente. Porém, em ambientes comerciais como indústrias e clínicas médicas (veterinárias e humanas), a circulação de pessoas é alta e higienização é diária. Por conta disso, essas empresas adquirem produtos diferentes dos convencionais para esse processo de limpeza, os chamados produtos concentrados, que precisam sofrer diluição, mas como a qualidade do produto é mantida com a diluição quando comparamos com os convencionais “pronto uso” de nosso dia-a-dia?

Aqui na Continuum, pensamos de forma concentrada, oferecendo quase todo o nosso leque de produtos com uma densidade alta, para que a diluição consiga ocorrer de até três modos diferentes (pesada, leve e econômica) dependendo da quantidade de limpeza que será necessária para cada caso. Ao fornecer os produtos de forma já concentrada, existe uma economia na quantidade de produto que será utilizada sem afetar a qualidade do produto.

MAS COMO A DILUIÇÃO FUNCIONA?

Os produtos concentrados da Continuum possuem em sua embalagem (e também na página do produto em nosso site) a informação na quantidade de partes do produto para água que se dão como necessárias para que a qualidade do produto não seja afetada pela diluição. Daremos como exemplo o PICC Limpeza Geral, que em uma conservação de limpeza é necessária uma diluição de 1:200 – ou seja, a cada 1 (uma) parte de produto, teremos 200 (duzentas) partes de água.

O ideal se dá pela utilização de copos fracionados para facilitar o cálculo da quantidade necessária em cada etapa. Usando 300ml de produto serão necessárias 200 partes de água, ou seja, 60L. Em caso da limpeza pesada, por exemplo, os mesmos 300ml se serão diluídos em 15,6L de água, aumentando assim a concentração da solução por litro de água sem afetar a qualidade do produto com a diluição.